Lose Yourself Here

Já só falta 1 mês para o Mêda + !!

E digo isto com a certeza de duas coisas! Poucos sabem onde realmente fica Mêda mas muitos já conhecem o nome pelo festival “Mêda+”. Falei com André Lourenço, um dos responsáveis, que com 23 anos e mais uns amigos espalhados pelo Mundo durante o ano combinam os detalhes, convidados e infraestrutras daquele que é o Melhor Festival gratuito em Portugal. Este é um título que já retêm há algum tempo, visto que o são desde a criação, há oito anos atrás, como têm sempre proposto cartazes muito competitivos para os concorrentes. Capitão Fausto, Linda Martini, Mão Morta, Tara Perdida são alguns dos nomes que já por lá passaram. Não imaginam o cartaz deste ano…

O campismo é considerado um dos melhores do País e é também garantido pela organização. Tal como os concertos, os campos de ténis e minigolfe, também incluídos no pacote “Mêda +”. Perguntei então ao André qual seria a maior dificuldade de atrair público. Ao que me respondeu prontamente: “Mêda é bastante no interior. Temos de ter a certeza que a viagem é recompensada”. Uma bonita premissa que completa com as três principais missões do Festival: “Proporcionar as melhores infraestruturas para os festivaleiros se sentirem em casa, incentivar a comunhão entre forasteiros e locais que são tratados desde a primeira edição como VIP, mesmo sem pagar bilhete e finalmente poder proporcionar a melhor experiência musical que se tem vindo a suceder com bons cartazes”.

Com missões frontais e objetivas já foram reconhecidos através da nomeação para melhor festival de pequena dimensão nos Portugal Festival Awards e também recebem o reconhecimento dos músicos que constantemente vêm a marcar forte presença no festival muito devido a um contacto pessoal forte entre organização e artistas. Uma convivência saudável entre todos os envolvidos porque ao fim ao cabo, este é um festival organizado por amigos para promover a sua origem, Mêda, e aqueles que ainda lá alegremente residem! Sim porque a Câmara tem apoiado a iniciativa e isto sim dá gosto! Ver dinheiro público a ser utilizado em campanhas que realmente promovem o turismo e a descoberta da cidade! Vou beber bom vinho tinto de certeza. E os queijos?! Já para não falar na companhia que para além da que me acompanha desde Lisboa espero encontrar e conhecer por Mêda de todos os cantos do País. Não fosse a Antena3 uma grande sponsor de comunicação, espalhando a palavra por toda a rádio nacional sobre o festival, quase desde da sua concepção. Por outro lado, a cerveja é SuperBock. Fica tudo dito.

Falta falar na parte importante, e por isso deixei, para o fim! B Fachada? SIM! Samuel Úria? SIM! Valter Lobo? SIM! Moullinex? SIM! Primeira Dama? SIM! You Can´t Win Charlie Brown? SIM! Stone Dead? SIM!  E ainda há MAIS !!

Agora que sei que estão mais do que a ver a agenda e a marcar que de dia 26 a 28 de Julho estão em Mêda, Guarda, mais precisamente nas coordenadas “Lat. 40º 57′ 38.57″ N  — Lon. -7º 15′ 4.14″ W”, deixo também as indicações para a vinda das duas metrópoles. E não porque é grátis. Nem porque o campismo e as piscinas são incríveis. Muito menos pelo melhor cartaz de Portugal para Portugal que este Verão tem, mas pelo facto de ser uma iniciativa de jovens, da mesma idade deste que vos escreve, e que por isso admira bastante a luta constante que há por fazer de um hobby algo com esta dimensão!

Um obrigado e um até já Mêda +!  

Desde Lisboa A1 até à ligação com a A23. Entre na A23 e segue na direcção da Guarda. Uma vez chegado à Guarda entra na A25 e siga até Celorico da Beira. Seguidamente, apanha o IP2 até Marialva e a partir daí a EN 324 até à Mêda.
Desde Porto A1 até Albergaria, tome a A25 até Celorico da Beira. Seguidamente o IP2 até Marialva e depois a EN 324 até à Mêda.
%d bloggers like this: