Lose Yourself Here

Rua Direita – Olhó Pop Fresquinho!

Estávamos em 2013, já quase no fim, naqueles tempos em que o Ronaldo marcou três golos à Suécia e nos levou ao Mundial de 2014. Exatamente!! Quatro anos que parecem uma eternidade e que decerto mudaram bastante o panorama musical em Portugal numa rota exponencialmente positiva que tem culminado nos dias de hoje numa quantidade absurda de novos projetos musicais com uma qualidade igualmente absurda.

 Nesse mesmo longíquo ano, os “Ciclo Preparatório” lançavam com a recém-nascida “Azul de Tróia” um passo importante para o Pop em Português com o único álbum por eles lançado até hoje, “As Viúvas Não Temem A Morte”. Passados quatro anos é a vez de “Rua Direita” lançar com a mesma (e bem mais experiente) Azul de Tróia, liderada por Pedro de Tróia, um novo grande passo para o Pop cantado em Português.

Vêm de Leiria, e são apenas dois: Donato Rosa e Paulo Ladeiras. O Donato trata da voz, guitarra, baixo e teclados e o Paulo fica a cargo das baterias e claro dos contra-vocais. Descrevem-se como “Gente Nova Com Espírito Fresco” e é muito com isso que nos presenteiam ao longo do seu primeiro álbum lançado na semana passada. Um Pop cantado em bom Português com hinos que facilmente se vão entranhar e começar a ser cantarolados por muitos de nós.

Como Missão têm: 

Criar temas memoráveis, povoados por histórias do aqui e agora e pintados por laivos certeiros de quem chegou à cena nacional para ficar.

Um dos pontos fortes do álbum nem está propriamente numa criação mas sim numa cover que fazem para fechar, com “Amanhã é Sempre Longe Demais” dos Rádio Macau, uma forte influência na sonoridade deles a quem é prestado um bonito tributo. Se quisermos continuar a percorrer o álbum por esta ordem descendente encontramos “Morrer de Pé”. Um dos sons mais “estrondosos” do trabalho, que seguramente vai ser dos mais apreciados. Uma bonita balada para um amor que deveria ser “Para Sempre” é o que segue na sexta calha de “Rua Direita”.

A “Susana” é das mais puxadas para o Rock sobre a uma miúda que até pede “Um fino sem ver”. “Gente Igual” e “Sombra” são dois belíssimos tributos ao Rock que se fazia em Portugal nos anos 80 e 90 com aqueles refrões que apesar de repetitivos fazem parte de qualquer bom hino Pop Rock.

Chegamos ao fim, pelo principio. O primeiro Single que lançaram foi “Mariana”, outra miúda que por rebeldia amorosa faz sofrer. Uma sonoridade que puxa muito por “Ciclo Preparatório” e pelos tons da mais uma vez exemplar produção de Pedro Tróia, que pegou neste recém chegado duo de Leiria e lhes deu o palco para demonstrarem este belo contributo para o Pop Rock Nacional.

Acabamos literalmente com os “Corações Vazios” depois desta melodiosa viagem proposta pelos Rua Direita, que avaliamos de trás para a frente porque eles também se chamam “Rua Direita” e na capa deste álbum colocaram uma rua inclinada.

Uma entrada de carrinho dos “Rua Direita” no panorama nacional, que trazem um cariz musical muito próprio e com ótimas referencias tanto passadas como contemporâneas. Um Belíssimo tributo ao Pop Nacional.

We Are Just One Beer Away From You! Click Below To Find Out More!!
%d bloggers like this: